Redução mamária

Cirurgia de redução de mama; É feito para conseguir seios simétricos, eretos e estéticos que pareçam iguais. As pessoas obtêm uma aparência mais dinâmica e atraente eliminando as dores nas costas, pescoço e ombros causadas por seios maiores do que deveriam.

O QUE É CIRURGIA DE REDUÇÃO DE MAMA?

Cirurgias de redução de mama podem ser realizadas por questões estéticas, bem como por alguns problemas de saúde do corpo. Uma estrutura mamária maior do que deveria pode causar dor nos ombros, costas, lombalgia e corcunda. Além de problemas médicos, as operações de redução de mama podem ser realizadas a fim de não encontrar roupas adequadas para seios desproporcionais e grandes.

O QUE NÃO SÃO ATENÇÃO ANTES DA CIRURGIA DE REDUÇÃO DA MAMA?

gravidez

Como a amamentação pós-parto pode causar problemas, as pessoas com suspeita de gravidez ou planejando engravidar podem precisar adiar a decisão da cirurgia. Como a gordura e os tecidos da pele da mama são removidos com a cirurgia de redução de mama, não há problema na gravidez e na amamentação quando a recuperação pós-operatória é concluída.

Obesidade

A decisão da cirurgia pode não ser correta em pessoas obesas com peso corporal muito alto ou em indivíduos que planejam perder peso. A obesidade aumenta os riscos da cirurgia e pode impedir o sucesso adequado após a cirurgia. A perda de peso contribui para a redução do tamanho das mamas e o plano cirúrgico pode mudar. Por isso, é mais preciso reavaliar a redução mamária após atingir o peso planejado.

Doenças crônicas

Em pessoas com doenças crônicas, como diabetes e doenças cardiovasculares, a aprovação do médico deve ser obtida antes de cirurgias eletivas, como redução de mama.

Tabagismo e consumo de álcool

Uma vez que hábitos prejudiciais, como fumo e álcool, afetam negativamente a cicatrização de feridas, eles aumentam os riscos após a cirurgia.

COMO É REALIZADA A CIRURGIA DE REDUÇÃO DA MAMA?

A cirurgia redutora de mama, realizada por meio da remoção do tecido adiposo da pele e da mama, pode ser aplicada em maiores de 18 anos que tenham completado o desenvolvimento corporal. A cirurgia de redução da mama é realizada sob anestesia geral. A cirurgia é concluída em 1 a 5 horas, dependendo do tamanho da mama, utilizando os métodos de incisão de pirulito e T reverso. Na determinação do método, parâmetros como tamanho da mama, posição do mamilo de acordo com a prega mamária, tecido mamário, estrutura da pele, distância entre mamilo e ombro e quadril são levados em consideração. No método de incisão do pirulito, a circunferência do mamilo é cortada circularmente e, em seguida, o tecido mamário e o excesso de tecido cutâneo são removidos.

A pele é fechada com cuidado para não danificar os dutos de leite, em seguida, é colocado um ralo na área para acelerar a cicatrização e expulsar o sangue acumulado na mama, e a operação é concluída.

No método de incisão em T reverso, uma incisão na forma de uma letra T invertida é feita na parte inferior da mama. Depois que o excesso de tecido mamário e pele são removidos, a operação é encerrada como no método de incisão do tipo pirulito. Após a cirurgia de redução de mama, a pessoa deve permanecer no hospital por um dia. Após a retirada do dreno e feito o curativo, o paciente recebe alta. Após a operação, o controle é feito ao final da 1ª e 2ª semana. Durante o controle na 2ª semana, os pontos são retirados e cremes especiais são usados ​​para diminuir as cicatrizes. Graças ao sutiã especial, o paciente pode retornar ao seu cotidiano após 1 semana de repouso domiciliar. No entanto, é recomendável usar um sutiã especial semelhante a um sutiã esportivo por 6 semanas. Uma leve picada e formigamento podem ser sentidos nas mamas por 6 a 12 meses após a operação. Porém, esse sentimento não diminui a qualidade de vida da pessoa.

O QUE CONSIDERAR APÓS AS OPERAÇÕES DE REDUÇÃO DA MAMA?

Recomenda-se descansar por 3-7 dias após as operações de redução de mama. Após a operação, devem ser usados sutiãs esportivos que evitem a pressão dos seios. O uso correto de antibióticos e medicamentos administrados pelo médico após a cirurgia acelera o processo de cicatrização e evita possíveis dores. Fazer o curativo nos horários especificados reduz o risco de infecção e acelera o tempo de recuperação. Recomenda-se não levantar cargas pesadas e não fazer trabalhos pesados por 1 mês após a operação.

Após a cirurgia de mama, a área pode parecer edemaciada e inchada. Esta situação começa a diminuir dentro de 3-4 semanas. Demora 1 ano para os seios atingirem totalmente sua nova aparência. Uma vez que o fumo e o uso de álcool desempenham um papel negativo na regeneração celular, recomenda-se limitar o fumo e o uso de álcool por 1 mês após a aplicação.

Voltar para cima
whatsapp telegram viber vk
LIGAMOS PARA VOCÊ